Aprovado pela câmara projeto de lei que prioriza atendimento as mães de pessoas portadoras de necessidades especiais

Apresentado pela vereadora Maria Lúcia Gonçalves de Miranda, projeto de lei ordinária nº 13, foi aprovado durante sessão ordinária da câmara municipal de Bonito.

15/01/2019 11h15 - Por: Priscila Cruz

 

O projeto dispõe sobre a prioridade no atendimento de mães de pessoas portadoras de necessidades especiais.

Destacamos a importância desse projeto, tendo em vista o papel da mãe no âmbito familiar, ao qual não mede esforço para proporcionar o melhor aos filhos, especialmente quando este apresenta algum tipo de necessidade especial. Diante disso, muitas vezes, ela abdica da própria vida pessoal, social e profissional, a fim de contribuir da melhor maneira para o desenvolvimento do filho.

Quando uma mulher gera filhos com necessidades especiais, a responsabilidade amplia, bem como as dificuldades enfrentadas são maiores.

Quando falamos em deficiência, é comum nos sensibilizarmos, imaginando as dificuldades enfrentadas pelas famílias que têm um filho com deficiência, ou seja, o que entendem, pensam e sentem seus familiares, principalmente a mãe.

O projeto visa assegurar as mães de pessoas com necessidades especiais, devidamente identificadas pelo cadastro a ser implementado pelo órgão municipal:

I – Atendimento prioritário junto aos hospitais, postos de saúde, serviços ambulatoriais e congêneres da rede pública municipal;

II – Prioridade em qualquer local de atendimento ao público, tanto em repartições públicas como privadas.